Sem categoria

Caxias do Sul sedia a primeira profissão religiosa de duas jovens Pias Discípulas do Divino Mestre

Antônia Bianca e Samillis, nascidas no Amazonas, realizaram noviciado na cidade e irão realizar os primeiros votos no dia 09 de fevereiro

Samillis(e) e Antônia Bianca convidam para a primeira profissão religiosa, no domingo, 09 de fevereiro, às 16h30

O Jardim Divino Mestre, localizado no bairro São Ciro, em Caxias do Sul, será o espaço do primeiro sim de duas jovens. No próximo domingo, 09 de fevereiro, Antônia Bianca Oliveira dos Santos e Samillis Praia de Castro farão os primeiros votos na congregação das Pias Discípulas do Divino Mestre (PDDM). O rito acontece dentro da celebração da missa, que terá início às 16h30.

Nascidas no estado do Amazonas, elas viveram nos anos de 2018 e 2019 a etapa do noviciado em Caxias do Sul, junto com outras três colegas: Marilina, da Argentina; Jessica, venezuelana e Sara, que é italiana. Elas já retornaram aos seus países para realizar a profissão religiosa também no próximo domingo, ou seja, quatro nações oferecem novas vocações à Igreja, sobretudo na dedicação pastoral à liturgia e música.

Durante os anos de noviciado, participaram de inúmeras ações da Pastoral Vocacional da nossa diocese de Caxias do Sul, e colaboraram com a geração e o crescimento da cultura vocacional. Nesta quinta-feira, 06 de fevereiro, será lançado o vídeo com o testemunho e o convite dessas jovens.

Conheça um pouco mais sobre as duas noviças que farão os primeiros votos

Me chamo Antônia Bianca Oliveira dos Santos. Nasci em 21 de janeiro de 1998 na Vila de Tamanicuá, Juruá, Amazonas. Tenho 22 anos. Sou a segunda filha do casal Ana Maria Gomes de Oliveira e Ejânio Lima dos Santos. Tenho cinco irmãos: duas meninas e três meninos.

O despertar da minha vocação foi na catequese quando me preparava para receber o sacramento da Eucaristia. Especificamente em um encontro no qual líamos o texto do Evangelho de Mateus, onde Jesus faz o chamado para os seus primeiros discípulos nas margens do mar da Galileia e os convida a deixarem as redes, segui-lo e se tornarem pescadores de gente. Com essa passagem bíblica, senti que Jesus também me chamava para ser pescadora de gente. Naquele momento não tinha consciência do que Jesus me pedia e se era realmente isso que Ele queria para mim, mas lembro que falei para minha catequista e disse: “quero ser pescadora de gente como os discípulos de Jesus”.

Aos 12 anos, entrei no grupo de coroinhas e passei a atuar ativamente na comunidade. Com isso passei também a ter um contato mais próximo com os (as) missionários (as) e irmãs que passavam fazendo missão na minha comunidade. Vendo o testemunho dessas irmãs e a missão que elas realizavam na comunidade, senti o desejo de fazer o bem e ajudar as pessoas como elas. Foi ai que voltou o convite de Jesus feito aos seus discípulos. Lembro-me que um dia disse para minha mãe: “acho que vou ser freira porque quero fazer o bem para pessoas”. Não lembro se ela me disse algo. Falei e depois saí. O tempo foi passando e, entre os meus 14 e 15 anos, fui descobrindo outras coisas e o desejo de ser freira foi ficando adormecido no meu coração. No final de 2013, tive a oportunidade de conversar com uma irmã sobre a vocação religiosa e novamente o convite de Jesus para segui-lo e o desejo de ser freira voltou a aquecer meu coração.

No inicio de 2014, após ter expressado para o pároco da minha comunidade o desejo de ser religiosa ele me apresentou a Congregação das irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre. Na ocasião conversei com a Letícia Pontini e comecei o acompanhamento vocacional.

Durante o ano de 2014, respondi as fichas que ela me enviava e, em janeiro de 2015, fui convidada a fazer uma experiência de 15 dias em nossa comunidade de Manaus. No mês de Julho deste mesmo ano, viajei novamente e fiquei mais alguns dias com as irmãs. Essas duas experiências foram muito importantes, pois conheci mais de perto o nosso Carisma e me encantei com a nossa missão. Foi exatamente a missão e a alegria das irmãs que me chamaram a atenção.

Em 2016, entrei no aspirantado, a primeira etapa da formação que se deu na cidade de São Paulo­-SP. Ali foi uma experiência desafiadora, pois tive que deixar minha família, amigos, minha terra, minha cultura e a passar a morar em uma realidade totalmente diferente do Amazonas e a conviver com pessoas tão diferentes! Mas o amor pelo Divino Mestre e sua graça; o apoio da minha família que sempre me ajudou e o carinho e acolhida das irmãs, fiz uma linda experiência de fortalecimento na fé e aprofundamento no seguimento de Jesus Mestre Caminho, Verdade e Vida.

No ano de 2017, fiz o postulantado na cidade de Cabreúva- SP. Nesta etapa de formação tive a graça de fazer parte de um grupo de formandas internacional. Três das quatro jovens que estavam junto comigo na formação eram de outros países. Ao mesmo tempo em que essa realidade era desafiadora, foi também enriquecedora, favorecendo crescer na abertura e acolhida ao diferente.

De 2018 a 2020, fiz o noviciado, em Caxias do Sul-RS. Esta etapa é central na caminhada formativa da vida religiosa consagrada. Um tempo muito bonito que me possibilitou maior encontro comigo mesma, crescimento na intimidade com Jesus Mestre e no conhecimento da Congregação, o que me faz hoje assumir com confiança e alegria a graça da vocação.

Louvo e agradeço a Deus que me ama e chama para seguir o seu Filho Jesus mais de perto como sua discípula. Agradeço a congregação que me acolhe com carinho e a minha família que me acompanhou na caminhada vocacional e em todos os momentos. Jesus Mestre nos abençoe e nos conceda a graça da perseverança na fidelidade ao seu amor a serviço dos irmãos.

Meu nome é Samillis Praia de Castro. Tenho 24 anos. Sou natural de Coari-Amazonas.

Bem, quando eu tinha 15 anos um fato questionou meu coração…
Certo dia, em um retiro, por volta das 5hs da manhã, ouvi sussurros: alguns jovens se levantavam para preparar o café. Eles estavam tão contentes. Decidi em meu coração que também faria isso: qualquer coisa que pudesse ajudar as pessoas a conhecer o Senhor e sentirem-se amadas, porque foi também neles que eu pude sentir que Deus me ama, ama nas entrelinhas da vida, nos gestos concretos, pequenos e grandes.

Logo comecei a participar daquele grupo, mas não me encontrei ali. Sentia que poderia ir além, porém, não sabia para onde e como.

Nos meus 17 anos, aconteceu um encontro da Campanha da Fraternidade lá em casa. Enquanto as pessoas liam a Palavra e falavam da sua vida a partir da Palavra meu coração palpitava forte, sentia que devia seguir com aquele grupo, mas ali só havia pessoas adultas e idosas, então eu entusiasmada convidei muitos jovens. Depois que terminou a campanha formamos um grupo de jovens, mas sempre sentia que devia ir além, que Deus me pedia algo mais, algo me inquietava.

Durante três anos participei de muitas pastorais, mas ainda não era suficiente, sentia que devia ir além. Fui com o pároco por vários dias visitar e celebrar nas comunidades ribeirinhas. No meio dos belos rios do Amazonas ele me perguntou se já havia pensado na vida religiosa e prontamente respondei: Não! Mas quem sabe! Ele disse: vou entrar em contato com umas irmãs. Eu logo pensei: aquela que responder primeiro, é com essa que eu vou. Dias depois estava lá na cidade Irmã Letícia Pontini da congregação das Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre e me procurou. Logo iniciei um processo de discernimento. Ela me enviava cartas e eu respondia por cartas também.

No ano seguinte já com 20 anos ingressei na congregação. Tinha no coração duas coisas: conhecer o Senhor e fazer sua vontade, independente do que tivesse que fazer. Sinto ter encontrado o caminho, o meu caminho. Só Nele me encontro e encontro o sentido para doar a minha vida.

Hoje tenho 24 anos, sou noviça e no próximo dia 09 de fevereiro de 2020, com alegria e liberdade professarei os votos religiosos de pobreza, castidade e obediência. Desejo permanecer sempre com o Senhor, fazendo a sua vontade e vivendo como discípula missionária, nesta família religiosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s